Bike Salvador Vai de Bike - Prefeitura Municipal do Salvador Salvador Vai de Bike no terminal marítimo - Salvador Vai de Bike

 

A Prefeitura interliga modais para facilitar o deslocamento dos usuários de bike como meio de transporte, melhorando o trânsito

 

 

A Prefeitura, através do Movimento Salvador Vai de Bike e da Transalvador, implementa mais uma importante ação de mobilidade, permitindo que a partir de agora, as embarcações que fazem a travessia Península Itapagipana-Subúrbio Ferroviário estejam disponíveis diariamente para bikes. Cada barco pode transportar, por viagem, até duas bicicletas. Os Terminais Marítimos da Ribeira e do Subúrbio forma plotados para que o público tenha o melhor entendimento possível dessa informação.

 

 

 

A proposta é oferecer mais opções de locomoção sempre que possível. “Ao interligarmos esses dois modais, pensamos estar melhorando a qualidade de vida das pessoas, em especial das que usam a bicicleta como meio de transporte”, observa o Secretário do Escritório Municipal de Projetos Especiais (Empe) e Coordenador do Movimento Salvador Vai de Bike, Isaac Edington. Ele entende que essa é também uma maneira das pessoas se integrarem mais com a cidade.

 

O tempo da travessia é de apenas 8 minutos, um atrativo que somado ao valor da tarifa - R$ 1,00 de barco contra a passagem de ônibus de R$2,80 -, incentiva os moradores do Subúrbio e adjacências a fazer a travessia até a Ribeira. O mesmo trajeto, quando feito de ônibus, consome 1h30.

 

Tráfego diário nos ascensores - Outra novidade, anunciada pela Prefeitura é que os ciclistas, especialmente os que circulam pelo Centro, já podem trafegar diariamente com suas bicicletas nos três ascensores da cidade, em funcionamento: Elevador Lacerda; Plano Inclinado Gonçalves - que recebeu uma nova identidade visual do Movimento Salvador Vai de Bike para comemorar essa conquista -, e Plano Inclinado Liberdade-Calçada.

 

A iniciativa de ampliar cada vez mais os espaços para os usuários de bicicletas na cidade é um esforço conjunto do Movimento Salvador Vai de Bike e da TranSalvador. “É uma conquista não só para as pessoas que atualmente já usam a bike, mas também representa um estímulo para as que estão começando a usar a bicicleta como transporte, diariamente”, avalia Isaac Edington.

 

Tarifa Única - O Plano Inclinado Gonçalves, liga a praça Ramos de Queiroz, na Cidade Alta, a rua Francisco Gonçalves, na Cidade Baixa. O valor da tarifa é R$0,15 e funciona de segunda-feira a sábado. O Elevador Lacerda, primeiro a receber os ciclistas com suas respectivas bikes, até então só funcionava para esse público aos domingos e feriados. “Pelo fluxo de ciclistas e diante da necessidade de conexão de um modal ao outro, entendemos que era preciso ampliar para todos os dias”, observa Superintendente da TranSalvador, Fabrizzio Muller.

 

Anteriormente, os usuários de bicicleta já haviam comemorado mais uma conquista com a reinauguração do Plano Inclinado Liberdade-Calçada, que liga a Praça Nelson Mandela, na Liberdade, à Rua Barão de Vila da Barra, na Calçada, e permite o tráfego de bikes diariamente. Todos os elevadores públicos têm a mesma tarifa: R$ 0,15.

 

 

 

Escritório Municipal de Projetos Especiais (EMPE)|Gabinete do Prefeito

Movimento Salvador Vai de Bike

Márcia Britto Cunha | Relacionamento com a Imprensa

71 3172-8261/71 9126-1366

O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.