Bike Salvador Vai de Bike - Prefeitura Municipal do Salvador Prefeitura pinta faixas exclusivas em Salvador para as motos e bicicletas - Salvador Vai de Bike


 

Depois de instalar as primeiras cinco estações de bicicletas em Salvador, a Prefeitura inicia nos próximos dias a implantação de uma faixa exclusiva para a parada de motos e bikes em cruzamentos e semáforos da cidade. O projeto-piloto será instalado nos dois semáforos em frente ao Shopping Iguatemi e deverá ser estendido para outros cruzamentos da capital baiana até o final do ano. “Assim que terminar o recapeamento na região do Iguatemi, o que deve ocorrer nas próximas duas semanas, nós iniciaremos a demarcação das faixas”, afirmou o superintendente da Transalvador, Fabrizzio Muller.

 

A decisão de instalar as faixas exclusivas foi tomada depois que o vereador Tiago Correia (PTN) apresentou um Projeto de Indicação à Câmara e conversou com o prefeito ACM Neto sobre a importância da medida. “As faixas trarão maior conforto e segurança para os condutores de automóveis, de motocicletas, de bicicletas e também para os pedestres. A grande vantagem é que as faixas aumentam a visibilidade das motos à frente dos carros; evita a aglomeração das motos ao lado dos automóveis e torna a largada do semáforo mais segura”, afirmou o vereador.

 

 

 

De acordo com Fabrizzio Muller, após a demarcação, as bicicletas e motos vão ficar em uma faixa entre 2,5 e 3 metros da área determinada para pedrestres. “Com isso, ao abrir o sinal, as motos e bikes partem à frente, proporcionando muito mais segurança para seus condutores, disse Muller. Em Salvador, segundo o superintendente da Transalvador, as motos ficarão no centro da pista e as bicicletas, nas laterais.

 


O vereador Tiago Correia disse que sua ideia foi inspirada em experiências realizadas em São Paulo e na Espanha. “Em Madri e Barcelona, as principais cidades espanholas, a medida teve um índice de aceitação de 97% entre os usuários de veículos de duas rodas e os motoristas de automóveis”, ressaltou o edil. Em Barcelona, de acordo com autoridades de trânsito, a faixa de retenção diminuiu em 90% os riscos de acidentes.
Secretário da Ecopa, Isaac Edington classificou a proposta do vereador Tiago Correia como “mais uma iniciativa para melhorar a mobilidade urbana em Salvador. “Com as faixas, vamos oferecer mais segurança não apenas para os ciclistas, motociclistas e motoristas de veículos, mas, principalmente, para os pedestres que têm de atravessar os grandes cruzamentos da cidade”, acrescentou o secretário.

 


Isaac Edington disse, ainda, que até o final do ano 400 bicicletas estarão à disposição da população. “O programa Salvador vai de Bike é um case de sucesso. Até agora, 10.148 pessoas se cadastraram para utilizar as bicicletas e foram realizadas 5.638 viagens”, disse o secretário. “Com a demarcação das faixas exclusivas, os ciclistas terão muito mais segurança no trânsito”, disse o secretário.

 


Para o vereador Tiago Correia, após a implantação das faixas, os agentes da Transalvador precisam orientar os condutores nos cruzamentos. “Com a orientação e uma campanha educativa, em pouco tempo todos estarão cumprindo a determinação.” Ciclista há quase 15 anos, a professora Sandra Regina Munhoz, 34, disse que apoia a medida. “Existe um conceito universal de dar prioridade na abertura dos sinais de trânsito aos meios de transporte mais frágeis. Quem usa motos e bicicletas sabe da importância dessa medida.”