Bike Salvador Vai de Bike - Prefeitura Municipal do Salvador Movimento Salvador Vai de Bike comemora 200 mil viagens de bicicleta - Salvador Vai de Bike

 

O Movimento Salvador Vai de Bike ultrapassou nesse último final de semana a marca de 200 mil viagens do sistema público de bicicletas compartilhadas, inaugurado na cidade em setembro de 2013. Iniciativa da Prefeitura Municipal de Salvador em parceria com a empresa Serttel e o banco Itaú, o programa contempla 40 estações de bicicletas distribuídas em pontos estratégicos da cidade, três ciclofaixas de lazer e turismo - Comércio, Campo Grande/Centro Histórico, Parque da Cidade/Orla -, e ainda ações permanentes de educação e conscientização, realização de eventos e atividades pró-uso de bicicletas; implantação e requalificação da infraestrutura cicloviária e políticas públicas voltadas para o setor.

 

Além do objetivo de incentivar o uso de bicicletas na cidade, buscando impactar positivamente a mobilidade urbana, melhoria da saúde e qualidade de vida da população, o programa também tem a preocupação de estimular o desenvolvimento econômico, por meio do estimulo aos chamados “bike negócios”. Desenvolvido pelo Escritório Municipal da Copa do Mundo da FIFA (Ecopa), em parceria com Superintendência de Trânsito e Transporte (Transalvador), Secretaria Municipal de Urbanismo e Transportes (Semut), o sistema público de bicicletas compartilhadas conta também com o apoio de diversos órgãos municipais como a Guarda Municipal, SUCOM e SEMOP.

 

Os números revelam a grande participação da população. Em pouco tempo já são mais de 143 mil pessoas cadastradas e percebe-se um grande engajamento dos soteropolitanos. “Salvador apresenta índices elevadíssimos de uso das bicicletas compartilhadas e se destaca em relação às demais capitais brasileiras. As pessoas têm usado para ir ao trabalho, a escola, a faculdade, para lazer e até para fazer compras”, avalia Isaac Edington, Secretário do Escritório Municipal da Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014 (ECOPA) e também responsável pela coordenação do Movimento Salvador Vai de Bike, lembrando, inclusive, que andar de bike é ótimo para a saúde.

 

Desafio - “Um dos desafios atuais é fazer com que as bikes se tornem uma importante alternativa de transporte em nossa cidade, por isso estamos investindo na criação de novos circuitos cicloviários e requalificado os que já existiam” afirma Fabrizzio Muller, Superintendente da Transalvador. Para quem ainda não experimentou o uso das bicicletas laranjinhas vai a dica: para se cadastrar, o usuário deve acessar o site http://www.salvadorvaidebike.salvador.ba.gov.br/, onde, inclusive, é realizado o pagamento da anuidade no valor de R$10, através de cartão de crédito.

 

Uma novidade do programa é que os ciclistas que utilizam as bicicletas laranjinhas têm agora um telefone unificado, que pode ser utilizado tanto para desbloquear as bikes nas estações, quanto para falar com a central de atendimento do programa. É o 4003 – 9892, que funciona no mesmo período das estações de compartilhamento, das 6 às 22 horas.