Bike Salvador Vai de Bike - Prefeitura Municipal do Salvador Barra ganha ciclofaixa especial em data cívica - Salvador Vai de Bike

 

Quem não  aprecia as comemorações do 2 de Julho em Salvador nem segue o cortejo cívico pelo Campo Grande teve nesta quarta-feira, 2, uma boa opção de lazer à disposição na Barra: admirar a vista da orla pedalando uma bicicleta.

Com o clima a favor, durante todo o dia, baianos e turistas procuraram o estande montado pela equipe do Salvador Vai de Bike -  no novo calçadão do bairro, próximo ao Farol - para compartilhar um dos veículos disponibilizados pelo programa.

Presente na capital baiana desde setembro de 2013, o Salvador Vai de Bike redirecionou nesta quarta a ciclofaixa localizada no Campo Grande/ Centro Histórico para o trecho Barra/Ondina por conta dos festejos pela Independência da Bahia.

Quem já era cadastrado só precisou solicitar a bike à atendente. Já os novatos tiveram que se registrar e pagar R$ 10, valor anual que garante os passeios com bicicletas do projeto.

Segundo Liana Oliva, coordenadora do projeto, a ciclofaixa da barra funciona como um "plano b".  "Atualmente, existem três ciclofaixas em Salvador: no Campo Grande, Comércio e  Parque da Cidade. Sempre que alguma delas precisa ser interditada, por algum evento ou festa, remontamos a clicofaixa da Barra/Ondina, como uma segunda opção para os ciclistas", explicou.

Desta vez , a mudança aconteceu devido ao cortejo cívico, realizado no Campo Grande. Durante esta quarta, a faixa exclusiva para ciclistas funcionou das 7h às 16h e foi instalada na avenida Oceania - em frente ao centro comercial Barra Center -, indo até a praça Bahia Sol, no bairro de Ondina.

O percurso de dois quilômetros e trezentos metros   de extensão pode ser realizado nos dois sentidos e, durante o trajeto, o ciclista pode observar o mar e parar em alguns dos principais pontos turísticos da capital, como o Farol da Barra e o Cristo. Até as 14 horas, já haviam sido feitas mais de 100 retiradas.

Liana Oliva disse que, por enquanto, a ciclofaixa na Barra serve apenas como experiência, mas comemorou o sucesso da iniciativa. Segundo ela,  a possibilidade de fixar a ciclofaixa do projeto no local está sendo  analisada.

Aprovação

A estudante Nina Lima, que usa a bike, diariamente, para lazer e para ir ao trabalho, aprovou a ideia. "A faixa é segura e bem localizada. Por mim, seria fixa e ainda se estenderia até o Rio Vermelho".  Ela ainda relatou que o projeto ajuda na mobilidade e proporciona um novo jeito de aproveitar a cidade.

Além das ciclofaixas fixas  no Comércio, Campo Grande e Parque da Cidade, em Salvador existem também as estações localizadas em diferentes bairros da cidade. Segundo Liana Oliva, o  programa Salvador Vai de Bike tem o objetivo de melhorar a mobilidade urbana e a qualidade de vida da cidade. 

Em menos de um ano, o projeto já conta com 42 estações espalhadas por Salvador. A iniciativa acumula mais de 141 mil  viagens realizadas e já supera 67 mil pessoas cadastradas.

O cadastramento e a localização das estações estão disponibilizadas no site do Bike Salvador.

 

A tarde