Bike Salvador Vai de Bike - Prefeitura Municipal do Salvador Veículos sustentáveis circulam no centro de Salvador - Salvador Vai de Bike

Dois triciclos Velo-Táxis estão à disposição da população e visitantes de Salvador, a partir de hoje, no horário das 10 às 17h30, na Praça Municipal ao Pelourinho. Opção sustentável para a mobilidade urbana da cidade, os veículos são movidos a propulsão humana e também possuem assistência elétrica para auxiliar o condutor em ladeiras. Gratuito, o serviço prioriza pessoas com dificuldade de mobilidade e com crianças de colo, idosos e gestantes. A novidade é uma parceria da Prefeitura – através do Escritório Municipal da Copa (Ecopa) e do Movimento Salvador Vai de Bike -, em parceria com a empresa Cycle’ONE. 

“É uma ação, ainda inicial, voltada para promover o equipamento. Essa primeira semana ficará na Praça Thomé de Souza, mas está sendo estudada a disponibilidade dos triciclos em outros pontos estratégicos da cidade”, revelou o Secretário do Escritório Municipal da Copa (Ecopa) e coordenador do Movimento Salvador Vai de Bike, Isaac Edington. A fase de teste vai até o próximo domingo (13) e os novos locais onde os veículos circularão, serão divulgados assim que definidos.  

O diretor executivo da empresa Cycle’ONE, Itamar Ferreira, revelou que nos próximos dias receberá mais dois equipamentos que são fabricados na França e muito utilizado em países como França, Alemanha, Canadá, EUA e Inglaterra. Segundo ele, atendendo a Resolução do Contran nº 465, os veículos podem transitar livremente pelas áreas de circulação de pedestre com velocidade de até 6 km/h, em ciclovias e ciclo faixas com até 20 km/h. 

A parceria demonstra a busca da Prefeitura por oportunidades para o desenvolvimento de ações relacionadas à mobilidade. “Assim como o uso da bicicleta, os triciclos representam também a introdução de mais uma alternativa de transporte sustentável”, observa o Secretário. Ele observa ainda que, no caso dos triciclos, por exemplo, é uma oportunidade de geração de emprego e renda. 

De acordo com a gerente comercial da Cycle’ONE, Daniela Benatti, o modelo de negócio para a implantação do projeto em Salvador irá contemplar pequenos empreendedores individuais, além de oferecer aos turistas e cidadãos soteropolitanos uma maneira de conhecer a capital baiana.