Bike Salvador Vai de Bike - Prefeitura Municipal do Salvador Bicicleta conquista mais adeptos em Salvador - Salvador Vai de Bike

 

Há cinco anos, Jorge Luiz de Souza Correia, 48, tinha que sair de casa com duas horas de antecedência para não chegar atrasado ao trabalho. O tempo foi reduzido para meia hora, depois que ele optou pela bicicleta para se deslocar por Salvador.

Por volta das 7h30, Jorge segue do bairro de Tancredo Neves até a avenida Vasco da Gama. "Não tem comparação. Não me aborreço com motorista que não para no ponto de ônibus nem perco tempo esperando, ganhei preparo físico", diz ele, já conhecido como "Jorge do apito".

"Saio apitando e sigo meu caminho. É só andar de forma correta, respeitando as regras", conta, garantindo não sentir falta de outro meio de transporte. "Se me oferecerem um carro novo, eu prefiro uma bicicleta. Já levei fogão, saco de cimento, dou carona, levo compras de mercado. Carrego tudo nela".

Benefícios

Otimização do tempo, redução da carga de estresse, melhoria da qualidade de vida. Estes são alguns dos muitos motivos que fazem crescer o número de pessoas que ampliaram o uso da bicicleta. "Sempre chego na hora marcada porque não dependo do trânsito, calculo o tempo de acordo com os quilômetros que tenho que percorrer", contou a designer Márcia Maria Meneses, 41 anos.

Como trabalha em casa, ela usa a bicicleta para ir ao médico, supermercado, shopping, banco, cinema, encontrar os amigos para uma festa ou um passeio. Segundo dados da Associação dos Bicicleteiros do Estado da Bahia (Asbeb), existente há 11 anos, são cerca de 20 mil ciclistas na cidade. "Na última década, a quantidade de pessoas pedalando cresceu 300%. São 29 grupos em Salvador", disse o fundador da entidade, que atua como representante comercial de peças de bicicletas, Maurício Cruz, 45.

O eletricista Jorge Guerreiro, 48, atende aos chamados dos clientes em qualquer parte da cidade de bicicleta. "É o meu veículo. Coloco o material de trabalho em uma sacola e chego em qualquer lugar", aprova.

 

A tarde