Bike Salvador Vai de Bike - Prefeitura Municipal do Salvador Prefeitura entrega ciclofaixa permanente em Stella Maris - Salvador Vai de Bike

Os ciclistas podem voltar a trafegar na ciclofaixa permanente da Alameda da Praia, em Stella Maris, que foi requalificada pela Prefeitura, através da Superintendência de Conservação e Obras Públicas (Sucop) e Transalvador. Com extensão de 2,8 mil metros, a via conecta a passarela da Caribé à Rua Capitão Melo (em frente ao posto de combustível). A ciclofaixa ficou desativada por dois meses, período em que o local passou por melhorias de recapeamento, quando foram colocadas placas de sinalização e tachões – peças amarelas refletivas que separam a ciclofaixa dos carros – e pintura.
 
O superintendente da Transalvador, Fabrizzio Muller, observa que a ampliação e requalificação do espaço para as bicicletas na cidade são fundamentais para a melhoria da qualidade do trânsito. Ele lembra ainda que assim como os carros a bicicleta tem que ser vista pela sociedade como um meio de transporte, status que já conquistou em diversas cidades do mundo.
 
De acordo com o secretário do Escritório Municipal de Projetos Especiais, Isaac Edington, essa é apenas mais uma das ações da Prefeitura que integram o movimento Salvador Vai de Bike, criado para incentivar o uso de bicicletas na capital soteropolitana. Além da implantação de novos circuitos cicloviários na cidade e requalificação dos existentes, o programa já implantou 40 estações de bicicletas compartilhadas. Em menos de um ano de atuação, o sistema acumula mais de 288 mil viagens e 97 mil pessoas cadastradas. 
 
Também são destaque as três ciclofaixas de lazer e turismo: Parque da Cidade – Orla; Barra – Ondina; Campo Grande – Centro Histórico. Esses espaços funcionam aos domingos e feriados como opção de entretenimento saudável. Nesses dias, das 7h às 16h, ciclistas podem visitar locais que integram os Circuitos CicloCulturais, definidos em parceria com a Fundação Gregório de Matos (FGM) com o objetivo de apontar igrejas, monumentos, fortes, praças, espaços culturais e muitos outros pontos históricos e turísticos que estão no caminho dos espaços destinados aos passeios de bike. Informações sobre os Circuitos CicloCulturais também estão disponíveis no http://migre.me/kYzdI
 
Mais iniciativas – Outra iniciativa de destaque é o tráfego de bikes no Elevador Lacerda. Desde maio, os ciclistas têm acesso ao equipamento aos domingos, o que permite conectar o Centro Histórico e Comércio, proporcionando um roteiro com vista para o mar da Baía de Todos os Santos. O Movimento Salvador Vai de Bike também aproveita datas significativas do calendário nacional para realizar passeios ciclísticos. O primeiro foi o Salvador Vai de Bike pelo Fim da Violência contra a Mulher, realizado em março deste ano. Em seguida, foi realizada a Pedalada Cultural como parte da programação do Festival da Cidade, celebrando o aniversário de Salvador. Às vésperas da Copa, foi realizado o Night Bike Tour, proporcionando aos soteropolitanos e turistas um momento de entretenimento.  
 
 
Agecom